Como sair do vermelho em 5 passos

Pixabay

Como sair do vermelho em 5 passos

Entender como sair do vermelho pode ser decerto um pouco complicado. De repente seus gastos aumentam, assim as contas sobem, e pronto. Quando você se dá conta, já está endividado. Isso é extremamente problemático, mas é algo que acontece com muitos brasileiros.

Ainda bem que é plenamente possível virar o jogo e assim sair da situação ruim. Basta que você tenha um bom planejamento, jogo de cintura, e força de vontade para mudar hábitos. O principal aqui é, aliás, entender que a situação é reversível. Mas agora, que tal algumas dicas para você entender como sair do vermelho? Tudo de forma simples e prática para que você consiga aplicar cada um dos passos. Siga-os e no final das contas você vai estar bem mais tranquilo!

Organize a sua saúde financeira e aprenda como sair do vermelho

O primeiro passo a ser dado para saber como sair do vermelho é fazer um bom diagnóstico da sua situação atual. Não tenha medo de fazer isso, para você conseguir superar a sua dívida você precisa saber o tamanho da gravidade do problema.

Coloque em um papel tudo que você deve, determinando há quanto tempo deve e para quem. A seguir, liste as suas receitas. Seu Salário, o dinheiro que você ganha, alguma ajuda de seus amigos e família. Depois disso, veja quais são as suas principais despesas. Separe-as entre fixas e essenciais, como aluguel, gás, luz e outras. Por fim, faça uma lista com as despesas dispensáveis como roupas e lazer.

Para poder organizar sua vida melhor e começar a juntar dinheiro, você deve aplicar a famosa regra do 50-15-35. Tendo em mãos as informações anteriores, você vai poder analisar sua situação. Isso lhe permite cortar despesas que são supérfluos para conseguir quitar sua dívida. Para fazer isso, use um gerenciador financeiro ou uma planilha de custos como auxílio.

Controle quanto você gasta

Depois de ter feito o seu diagnóstico, é hora de cortar os gastos. Para sair do vermelho você precisa parar de gastar, e é mais fácil começar cortando os gastos que são do seu estilo de vida. TV a cabo, assinaturas de revistas e outras coisas que você pode excluir da sua vida. O principal aqui é começar a mudar seus hábitos para outros mais economicamente saudáveis.

Negocie suas dívidas

Como sair do vermelho é fácil, o complicado é renegociar o que você deve. Depois de ter organizado suas finanças, comece a mudar hábitos, controlando os seus gastos.

Agora você vai começar a ver o dinheiro sobrando, e você vai aplicá-lo em suas dívidas. Entre em contato com seus credores e negocie a quitação dos débitos.

Se mesmo tendo os gastos sob controle você não conseguir juntar a quantia necessária para pagar, relaxe. Considere trocar uma dívida que seja mais cara por outra mais barata. Para pagar seu cartão de crédito, peça um empréstimo com taxas baixas de juros. Compare as taxas, encontre a melhor opção e se livre das dívidas pesadas.

Se mantenha focado

As dívidas e gastos a essa altura devem estar sob o seu controle. Agora é hora de sair de vez do vermelho. Para isso, você vai ter que se manter na linha, e ter a força de vontade necessária. Várias tentações vão surgir, e você não vai poder ceder. Pague todas as suas contas sempre em dia. Nunca atrase nada, ainda mais as parcelas das suas negociações, e se der, pague tudo à vista, pedindo até um desconto.

Comece a poupar e crie você mesmo uma reserva

Entender como sair do vermelho é o começo. Depois de lidar com as suas dívidas, é hora de começar uma mudança em seus hábitos. O próximo passo é importante: comece a economizar um pouco a cada mês que passa. Dessa forma, você não vai mais correr o risco de acabar tendo que usar o cheque especial ou o rotativo de seu cartão. Se um imprevisto surgir, você vai estar completamente preparado.

Ter uma reserva de emergência para situações atípicas é necessário. Além do mais, você pode começar a aplicar seu dinheiro para que ele comece a render cada vez mais. Ter uma renda fixa, gerada por seu dinheiro, que apenas se multiplica a cada mês que passa, é ideal para uma boa saúde financeira.

Pronto. Agora você já sabe plenamente como sair do vermelho. A tarefa é fácil? Não, na verdade é complicado, mas se você seguir as dicas, não vai ter problema. O principal é ter paciência e entender que as coisas podem se alongar um pouco.

Mas no final das contas, você vai ter se livrado das dívidas. E isso é o que importa: ter paz quando você for dormir, sabendo que todas as suas dívidas estão pagas. E, além disso, você também vai poder contar com uma poupança. Tudo de bom, não é?

Rate this post

Similar Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published.